Amor de Cordel


livro

  Ficha técnica: Amor de Cordel Formato: 16×23 Páginas: 400 ISBN: 978-85-8442-107-7 Preço: R$25,00

O divórcio é o fim? Ou apenas o começo?

O livro Amor de Cordel, da autora paulista Andrea Marques, narra a história de uma terapeuta que passa pela separação do casamento de longa data, e recomeça a vida apaixonando-se por um paciente

Com uma narrativa envolvente, a autora paulista Andrea Marques lança o primeiro livro da trilogia, Amor de Cordel. Conversando com o leitor sobre temas polêmicos, como o amor entre um jovem homem e uma mulher mais velha, a impossibilidade de ter filhos e a traição, a leitura é um romance que se apresenta cheio de impossibilidades e reviravoltas.

O enredo roda em torno de Carolina, uma terapeuta ocupacional que acaba de passar por uma separação abrupta do casamento de mais de 14 anos. Separada, ela precisa recomeçar a vida, mesmo já sendo independente financeiramente. Com 38 anos, tímida e sem muitos amigos, as chances de encontrar um novo amor são pequenas.

                “As palavras dele ficaram se repetindo na minha mente e mesmo assim eu não conseguia entender o que ele estava dizendo. Depois de catorze anos juntos ele estava falando que não me amava mais? Que estava apaixonado por outra mulher? Não consegui dizer nada, estava atônita.”

Entretanto, o jovem arquiteto Alexandre entra na vida da terapeuta e a vira de cabeça para baixo. Jovem, bonito e muito comunicativo, Alexandre é o total oposto de Carolina. Apesar de tudo, ela se apaixona perdidamente por ele, trazendo à tona sentimentos conflituosos sobre valores, como mulher e como terapeuta.

                “Mordi os lábios quando terminei a frase, e sem querer admitir para mim mesma, pedi secretamente aos céus que Alexandre realmente fosse apenas mais um paciente para mim.”

Agora, com um novo amor, resta a ela enfrentar as dificuldades que a vida lhe impor no caminho. Permeado por traições e intrigas, Amor de Cordel é um romance contemporâneo que desperta a paixão até mesmo nas leitoras mais modernas e independentes.

Leia aqui o primeiro capítulo.


Personagens

Ele e Ela = Nós

Fazer um breve resumo sobre os personagens de Amor de Cordel, não foi tarefa fácil. Achei que seria, mas foi engano meu! Digo isso, porque quando comecei a escrever, contei sobre fatos da trama para justificar características de personalidade, mas ao fazer isso percebi que havia duas possibilidades. 1. Quem leu o livro quer saber mais sobre os personagens. 2. Quem não leu deseja saber um pouco sobre a obra. Nesse segundo caso, se o leitor ler um resumo mais detalhado conseguiria desvendar mais facilmente algumas intrigas da trama e isso não seria nem um pouco empolgante. Literalmente, seriam spoilers como bem dizem os meus amigos blogueiros. Por isso, caro leitor, optei por um resumo curtíssimo em relação a maioria dos personagens que descrevi, (as exceções foram apenas no caso dos protagonistas). Até mesmo não citei outros personagens porque se o fizesse cairia no mesmo problema já mencionado: o de revelar fatos importantes da história. Assim espero que os interessados em Amor de Cordel compreendam as minhas razões para ser tão sucinta e não me condenem por isso, please!

De qualquer forma espero despertar em você o interesse nas histórias dos personagens, assim como foi para mim, quando os criei. E, claro, da mesma forma que aconteceu comigo, desejo que a vida fictícia deles se torne atraente e prazerosa. Boa leitura!

Carolina Borges

É uma mulher de quase 40 anos, no entanto a idade não reflete no rosto nem no seu corpo, talvez até nem nas suas ideias em certos momentos, pois diferente da maioria das mulheres do seu tempo, que se mostram confiantes e arrojadas. Carol conserva uma timidez e insegurança excessivas e talvez, por essa razão sua aparência seja a de uma pessoa mais jovem, que ainda não enfrentou as adversidades da vida. Contudo as características mais marcantes da personagem são bondade e altruísmo. Além disso, acredita na humanidade independentemente dos fatos. Razão essa que a fez escolher a profissão de terapeuta ocupacional. Obviamente Carol poderia ter escolhido outra carreira ou profissões mais bem vistas e remuneradas, mas o fato é que ela não se importa com os bens materiais. O essencial para Carol são as relações humanas, o amor e a amizade que podem surgir desses encontros. Resumidamente Carol é a típica heroína romântica, frágil, meiga, boa e bela e, por isso, se torna atraente para os homens, ao mesmo tempo em que desperta a inveja das mulheres. No entanto ela não tem essa percepção de si mesma, para a personagem é normal ser da forma que é, ou seja, ela não enxerga em si nada de especial. Quando se separa do marido, o mundo dela, antes estável e previsível, parece ter acabado. É quando se obriga a repensar no futuro. Esse é outro ponto marcante na trama. A preocupação exacerbada da protagonista com o que está por vir é sua principal razão para sufocar seus sentimentos em relação a Alexandre. Ela tem medo e não vê futuro no relacionamento. Carol não quer sofrer e para isso tenta evitar as armadilhas que vislumbra no caminho. Contudo a vida lhe mostra que por mais que se tente controlar as situações do cotidiano, elas são incontroláveis e apenas uma ínfima parte dos acontecimentos seja realmente determinada por nossas próprias ações.

Alexandre Bastos

Se Carol é a princesa dos contos de fada, certamente Alexandre é o príncipe. Simpático, inteligente, bem humorado e lindo! Poderia resumir o personagem afirmando que ele é a síntese dos sonhos de muitas mulheres, mas indo além, o que de fato é cativante em Alexandre é a generosidade, a lealdade e o temperamento descontraído. Essas características nasceram com ele, nem precisa se esforçar para ser um cara do bem, simplesmente é. Ele poderia ser o oposto disso, visto que nasceu numa família rica e teve tudo o que qualquer garoto pode sonhar. Fato é que ele não é um playboy inconsequente e imaturo, pelo contrário, ele é determinado e luta pelo que deseja. Além disso, Alexandre tem um espírito livre e é naturalmente curioso. Quer descobrir o mundo, conhecer pessoas, se aventurar… Enfim, Alexandre é apaixonado pela vida e isso reflete nas próprias atitudes.

Ricardo Bastos

É o irmão mais velho de Alexandre. Trabalha na empresa do pai e, além de ser um executivo bem sucedido, é um homem inteligente, ambicioso e bastante ciumento. As ações são reflexos de planos bem elaborados, pois de forma alguma Ricardo tem atitudes sem pensar nas consequências.

Xavier Bastos

Pai de Alexandre e Ricardo. Empresário bem sucedido que sempre trabalhou com afinco para obter o sucesso profissional.

Pedro Alcantara

É o sócio e amigo de Alexandre. Vem de uma família humilde, mas isso não o impediu de alcançar seus objetivos, pois sua determinação e inteligência sempre o ajudaram.

Lucas Mascarenhas

Amigo da Carol. Um homem sensível e essencialmente bom que, assim como a amiga, acredita que as pessoas podem ser melhores quando se propõe a isso.

Gustavo Ferreira

Namorado de Lucas e, assim como o companheiro, também é uma pessoa boa e virtuosa. Contudo, tem uma personalidade mais extrovertida, o que o torna um amigo divertido e espirituoso.

Carmem Borges

Mãe da Carol. É uma mulher de temperamento forte, obstinada, comunicativa e extremamente preocupada com o bem estar da família.

Valter Borges

Marido de Carmem e pai das suas filhas. É um homem reservado e de poucas palavras, no entanto seu temperamento introvertido não o impede de amar incondicionalmente a família.